Coluna 3# Anne


Hey guyssssss lol

~~ Anne na área ~~

Bom, antes de começar a coluna...gostaria de agradecer a quem comentou. Fiquei muito feliz que tenham gostado e espero que continuem assim.

Hoje resolvi falar sobre....*tambores* bullying e preconceito com relação a sua escolha musical. Ai você chega e pergunta " Ok, e o quê eu tenho a ver com isso, Annie?". Sei que esse não é o caso de todos, o que torna o assunto um tanto delicado, mas espero que entendam o que tenho a dizer.

 Bullying é o ato de oprimir outra pessoa baseando-se nas diferenças, ou então pura e simplesmente para o bullie (causador) se sentir melhor consigo mesmo. Não conheço você, que esta lendo essa coluna, mas sei que há uma boa chance de saber do que falo. No meu caso, os motivos apenas mudaram ao longo dos anos; primeiro por ser infantil demais, depois por ser impulsiva demais, briguenta demais, estranha demais...atualmente, qualquer motivo vale.

A medida que você cresce com esse peso nas costas, também aprende a deixa-lo em um canto qualquer de uma sala escura e abandonada, localizada em algum lugar da sua mente. Não, não quero dizer que os sentimentos são reprimidos, apenas que ignorando-os eles irão embora, pois é assim que amadurecemos. É difícil ouvir isso, mas é por isso que más pessoas existem. Imagine só a matilha de tontos que seriam as pessoas boas se não batessem a cabeça algumas vezes?

Sou completamente apaixonada por Tokio Hotel, uma banda de rock alemã que, junto a várias outras, me ajudou a chegar até aqui com ao menos parte da minha sanidade. -Dêem um desconto a uma pessoa que caiu da escada e quebrou a cabeça quando tinha dois anos, ok? - Para quem não sabe, Bill Kaulitz (vocalista) é andrógino, o que as pessoas geralmente interpretam como " Minha música não presta, por que pesquisar antes de me julgar?". Apesar de não ser fã, sei que os de One Direction, Justin Bieber, Cinema Bizarre, The Gazette e mais milhões de outros artistas, sofrem o mesmo.

Minha mensagem de hoje eh que ignorem essas pessoas, mostrem a elas que a opinião de mais um ignorante não fará diferença na sua vida. Mas quando essa pessoa for próxima, tente mostrar o seu lado a ela! Sem perder a paciência, espernear ou dizer logo de cara que a pessoa esta errada, apenas deixe que ela mesma veja isso.

 Millionen Küsse...Anne


3 comentários:

Bianca disse... [Responder comentário]

Talvez eu seja apedrejada aqui, mas okk! Concordo com a questão de "ignorar os bullies", mas (na minha opinião) toda essa questão de bullying na música é meio que exacerbada... Mas como? Acho que a música que cada um gosta faz parte de sua personalidade e, se a pessoa se afeta com a opinião dos outros, sobre o que ela escuta ou deixa de escutar, tende a ser alguém mais "fraco"... Que simplesmente se deixa levar.
Mas, vejamos só, quem sou eu para dizer o que cada um sofre ou não, certo? Apenas exprimindo minha humilde opinião e meu pequeno mundinho, nunca vi alguém ser intimidado, excluído ou prejudicado socialmente por conta do seu gosto musical... Eu mesma faço parte de um grupo que gosta de rock e tenho amigos que adora Justin Bieber! Eles são zoados? Lógico que são... Lógico que eu também sou zoada por causa do meu gosto... Mas aí que temos o ponto! Acho que muita gente tem que saber dividir o que é "zoação" e o que é "bullying", não acha? '-' muita gente por aí diz sofrer bullying sem ser... É muito drama para mim kkkk.
Vamos fazer redações para o enem! Sugerir propostas de integração social dos "excluídos"! Vamos tomar iniciativa de progresso na solidificação da personalidade de cada um! Vamos tentar ajudar na diminuição da timidez! Personalidades fortes são nossa meta! haha.

Annelise Schneider disse... [Responder comentário]

@Bianca

Bom, para começar, eu sofri bullying a minha vida toda, e sei muito bem a diferença entre brincadeiras e humilhação. É claro que cada um possui uma visão e não digo que a sua esteja errada, há muita gente que exagera para parecer coitado.
Quando me candidatei a escrever essa coluna resolvi escrever sobre, é claro, assuntos aos quais eu conhecia e gostaria de compartilhar.
Quanto ao fato de você sofrer o bullying e ser tímido significar não ter personalidade? É, sou obrigada a te "apedrejar". Sou tímida, tenho mais amigos tímidos e amigos que não são. TODOS nós os possuímos personalidade. Não sou uma cópia de nenhum artista e tenho personalidade forte.
Como você pode ver no primeiro parágrafo, separei de forma clara bullying e preconceito. É claro que fãs de Justin Bieber e outras modas pops atuais sofrem preconceito, mas também nunca vi os mesmos sofrerem bullying. Detalhe, só porque eu não vi, não quer dizer que não pode existir.
Outro fato que destaquei é que o bullie vai escolher QUALQUER coisa, não importa o que seja, para te agredir. Já cheguei a sofrer coisas horríveis por coisas completamente bestas ou que até mesmo não existiam.
A implicância em relação ao gosto musical foi apenas um exemplo, não disse que todos a sofrem, nem uma maioria.
Você diz que as pessoas precisam pensar antes de falar e eu concordo. Por que não faz isso com você mesma?

Küsse...Anne

Bianca disse... [Responder comentário]

@Annelise Schneider Bem, me desculpe se eu te ofendi (: mas, sinceramente, meu comentário não foi sobre bullying no geral (como, no seu comentário, pareceu), apenas comentei minha opinião sobre a questão de bullying quanto aos gostos musicais. Você poderia ter lido direitinho ao invés de me sugerir pensar no que vou falar ^^ sinto muito, de verdade (sem brincadeiras idiotas nem sarcasmo), se te ofendi. Em momento algum eu quis ofender alguém. Eu mesma já tive problemas com pessoas da minha sala há alguns tempos e sei exatamente o que é ser indesejada (e acabo de sentir que não sou aqui kk) e ser motivo de riso. E, como eu disse no meu comentário sobre sua coluna, quem sou eu para dizer o que cada um sente ou não, certo? Essa é apenas minha humilde opinião (: novamente, sinto muito se lhe ofendi ou ofendi a outra pessoa que leia a este comentário. A minha opinião foi aquela que expressei sobre o (relembrando) "blullying quanto ao gosto musical" ok? ;] bullying não é brincadeira, eu sei bastante coisa disso. Mas, sinceramente, as pessoas deveriam se lembrar de si mesmas (estou falando do bullying quanto aos gostos, ok?) e deveriam ter mais certeza de quem são e de que isso não tem nada a ver com os outros, não acha? EU acho que assim o "deixar de lado" os bullies seria mais fácil (foi o que eu fiz)... Na maioria dos casos isso realmente funciona! Não estou generalizando (só lembrando, ok? kk).
Bem, beijos haha.

Postar um comentário